“Tenho o dever de me fechar em casa no meu espírito e trabalhar quanto possa e em tudo quanto possa, para o progresso da civilização e o alargamento da consciência da humanidade” (Fernando Pessoa)

O homem pode entender a natureza e por isso acaba errando e sofrendo. As dúvidas e incertezas causam o sofrimento e erros, no entanto, o pior erro, o verdadeiro erro, é aquele que se comete tendo o conhecimento do que é o certo. Os pensamentos acerca do porvir, o fato de precisar se preocupar com o futuro nos aprisionam numa masmorra psicológica. O conhecimento cria e aumenta a complexidade da sociedade humana, que deste modo torna a vida cheia de dificuldades e desafios. 

Devemos ampliar nosso conhecimento evitando o erro frente a este mundo complexo; fruto do conhecimento humano. Fica assim a pergunta: Por que buscar aumentar o nosso saber? Precisamos usar nossa capacidade de entendimento e ampliar nossos conhecimentos sobre o universo. Esta é nossa missão: o saber. Os problemas trazidos pelo nosso conhecimento são causados pelo fato do mesmo ser limitado e de deixar brechas. 

Estas brechas no conhecimento muitas vezes são preenchidas com explicações sobrenaturais. Como por exemplo a de que algo é fruto da vontade de Deus e, portanto, não precisa de explicações. Mas, o que teria Deus a explicar? Se o que sentimos é o natural ou uma transformação do natural. 

Futuro da humanidade ou futuro do saber? O que precisamos lutar é por um futuro em que o saber seja a finalidade principal de nossas vidas. O ponto não é pensar no nosso futuro, mas como o saber será preservado, até mesmo depois da existência humana na terra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jesus

Menos é mais